European Union Election Observation Mission Mozambique 2019

 

A MOE UE Moçambique 2019 reforça o seu contingente para o dia das eleições com um grupo de 76 observadores

Maputo, 12/10/2019 - 10:07, UNIQUE ID: 191012_2
Press releases

Maputo, 12 de Outubro de 2019. – A Missão de Observação Eleitoral da União Europeia – Moçambique 2019 destaca, hoje, sábado dia 12 de Outubro, mais um grupo de 76 observadores de curto-prazo para reforçar o contingente de observação com vista às Eleições Gerais e das Assembleias Provinciais.

O novo grupo de 76 observadores de curto-prazo chegou a Moçambique no dia 10 de Outubro e, após uma formação sobre os procedimentos de votação, sai hoje de Maputo com destino às províncias. A tarefa dos observadores de curto-prazo incidirá sobre o acompanhamento da votação, a contagem e o apuramento distrital de resultados.

Por ocasião deste novo destacamento, o Chefe de Missão, o Sr. Sánchez Amor, disse: “Estes observadores vão juntar-se aos observadores de longo-prazo presentes desde há um mês nas diferentes províncias do país, onde seguem a campanha eleitoral e os preparativos para o dia da votação. No próximo dia 15 de Outubro, a Missão estará presente em todas as províncias do país com mais de 150 observadores. A Missão espera que a votação tenha lugar num ambiente pacífico e que todos os eleitores possam exercer o seu direito ao voto”.

A Missão, que chegou a Moçambique no passado dia 31 de Agosto, continua a observar as seguintes fases do processo eleitoral: as preparações logísticas da Comissão Nacional de Eleições e do Secretariado Técnico de Administração Eleitoral para o dia da votação, o respeito pelo silêncio da campanha eleitoral, as operações de voto e a fase de apuramento de resultados a nível distrital, provincial e nacional.

A MOE UE opera de forma independente e imparcial, sendo que os seus observadores são obrigados a aderir a um Código de Conduta que se rege pelas normas internacionais em matéria de observação eleitoral. 

Após as eleições, a Missão apresentará publicamente uma declaração preliminar com as primeiras conclusões sobre o processo eleitoral. Algumas semanas após as eleições, será publicado um relatório final contendo todos os elementos e conclusões da Missão, o qual incluirá recomendações eventualmente para melhoria de futuros processos eleitorais.

 

***

 

Para mais informações, por favor contacte:

Silvia DE FÉLIX, Assessora de Imprensa 
Telemóvel: +258 87 895 9870 
E-mail: silvia.defelix@eueom-mozambique2019.eu