Tuvalu and the EU

EEAS RSS Feeds

Displaying 1 - 10 of 62

A União Europeia (UE) e o Conselho da Europa opõem-se veementemente ao recurso à pena de morte em qualquer momento e em qualquer circunstância. A pena de morte é uma punição cruel, desumana e degradante que viola o direito à vida. A pena de morte significa vingança e não justiça, e a sua abolição contribui para reforçar a dignidade humana.

A Alta Representante/Vice-Presidente, Federica Mogherini, apresentou o terceiro relatório intercalar sobre a aplicação da estratégia global da União Europeia, «A estratégia global da UE na prática — três anos volvidos, um olhar para o futuro», que será debatido pelos Ministros dos Negócios Estrangeiros e pelos Ministros da Defesa da UE no âmbito do Conselho dos Negócios Estrangeiros que terá lugar em 17 de junho de 2019, no Luxemburgo. O relatório analisa os progressos alcançados durante os últimos três anos, desde o momento em que estratégia global foi apresentada, em junho de 2016, em cinco domínios prioritários — a segurança da União, a resiliência estatal e social a leste e a sul, a abordagem integrada dos conflitos e das crises, as ordens regionais de cooperação e uma governação mundial adaptada ao século XXI — e fornece orientações possíveis para os próximos anos.

Declaração conjunta da Alta Representante da UE, Federica Mogherini, e da Representante Especial da ONU para as Crianças e Conflitos Armados, Virginia Gamba, por ocasião do Dia Internacional contra a Utilização de Crianças-Soldado

Find out how to vote in the European elections if you live outside your home country.

Declaração da alta representante/vice-presidente Federica Mogherini por ocasião do Dia Internacional comemorativo do Holocausto

Há 70 anos, nesta data, os países membros das Nações Unidas reuniram-se para adotar a Declaração Universal dos Direitos do Homem, um passo que proporcionou um momento de reconciliação após a maior tragédia da história da humanidade. Desde então, um longo caminho foi percorrido.

Por ocasião do Dia da Justiça Penal Internacional, a UE reitera o seu empenho em combater a impunidade dos crimes de maior gravidade e das violações do direito humanitário internacional.

Dez anos após o primeiro relatório histórico da UE sobre as alterações climáticas e a segurança, a alta representante da UE para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Federica Mogherini, organizará o evento de alto nível “Clima, paz e segurança: é tempo de agir”, a 22 de junho, em Bruxelas. O evento de alto nível reunirá ministros, deputados, destacadas personalidades internacionais, grupos de reflexão e a sociedade civil a fim de realçar as atuais e as novas ameaças decorrentes das alterações climáticas, analisar os progressos realizados nas ligações essenciais ao nível estratégico e operacional entre clima e segurança e ponderar opções para fazer avançar a ação. Pode participar e seguir todas as discussões utilizando as etiquetas # # climadiplo united4climate e

Pages