Saint-Kitts and Nevis and the EU

Na perspetiva da Cimeira UE-Balcãs Ocidentais, a sociedade civil debate formas de reforçar a resiliência face à desinformação

04/10/2021 - 17:35
News stories

Na segunda edição da Conferência UE-Balcãs Ocidentais sobre literacia mediática, a UE reuniu verificadores de factos, jornalistas, jovens e autoridades dos Balcãs Ocidentais e do resto da Europa para debater o reforço da resiliência face à desinformação. O evento atraiu a atenção de cerca de 700 telespetadores em linha, além do público presente no Museu da Arte Contemporânea em Escópia.

© Mim (Macedonian Institute for Media)

Antes da Cimeira UE-Balcãs Ocidentais  (realizada em Brdo, 6 de outubro de 2021), a segunda edição da Conferência sobre literacia mediática entre a UE e os Balcãs Ocidentais teve lugar em 27 de setembro de 2021, sob uma forma híbrida (em linha e presencialmente), em Skopje, na Macedónia do Norte.

Na sua intervenção na conferência, o alto representante/vice-presidente da UE, Josep Borrell, declarou:

«A luta contra a desinformação requer uma abordagem que inclua todos os agentes da governação e que facilite a participação de toda a sociedade. Dentro de 10 dias, realizar-se-á a Cimeira União Europeia-Balcãs Ocidentais, que constitui o evento de alto nível mais importante para debater as nossas relações. A União Europeia não tem dúvidas: os Balcãs Ocidentais estão no centro da Europa e partilhamos a responsabilidade pela construção de uma Europa pacífica, próspera e unida. Partilhamos também a responsabilidade pela comunicação sobre este tema

O alto representante/vice-presidente da UE afirmou ainda que «a Conferência é um exemplo claro da cooperação frutífera entre o povo dos Balcãs Ocidentais e da União Europeia para fazer face a desafios comuns. Investir na capacitação das populações dos Balcãs Ocidentais significa investir numa Europa mais forte

Na perspetiva da próxima Cimeira União Europeia-Balcãs Ocidentais, os representantes dos Balcãs Ocidentais e da UE trocaram pontos de vista sobre as questões da desinformação, das redes sociais e dos desafios para o jornalismo profissional, bem como sobre a importância da literacia mediática no novo ambiente mediático. 

Este evento inscreve-se no âmbito de uma série de compromissos públicos e cívicos dos Balcãs Ocidentais que contribuem para os debates da Conferência sobre o Futuro da Europa. As conclusões da Conferência relativas às estratégias serão carregadas na plataforma da Conferência. 

Conferência UE-Balcãs Ocidentais sobre literacia mediática

A segunda edição da Conferência UE-Balcãs Ocidentais sobre literacia mediática foi aberta pelo Presidente da Macedónia do Norte, Stevo Pendarovski, pelo alto representante/vice-presidente Josep Borrell, pelo chefe da delegação da UE, David Geer, e pela diretora do Instituto macedónio para os meios de comunicação social, Biljana Petkovska.

A Conferência contou com uma série de oradores e participantes ilustres dos Balcãs Ocidentais e da UE, incluindo Rosana Aleksoska, da associação de cidadãos «MOST» (Macedónia do Norte); Klodiana Kapo, diretora do serviço de verificação dos factos «Faktoje» (Albânia); Dragana Zarkovic Obradovic, diretora nacional BIRN (Sérvia); Agron Bajrami, chefe de redação de Koha Ditore (Kosovo); Tijana Cvjetićanin, editora de «Raskrinkavanje» (Bósnia-Herzegovina), e Milan Jovanovic, investigador do Centro Forense Digital do (Montenegro).

A Conferência foi organizada pela UE e pelo Instituto macedónio para os meios de comunicação social (MIM), no âmbito das atividades da UE destinadas a reforçar a resiliência face à desinformação na Macedónia do Norte e na região dos Balcãs Ocidentais, investindo na literacia mediática e apoiando a sociedade civil e a liberdade dos meios de comunicação social.

primeira edição da conferência intitulada «Literacia mediática e luta contra a desinformação em tempo de pandemia» teve lugar em linha e em Bruxelas, Sarajevo e Banja Luka (Bósnia-Herzegovina), em 29 de setembro de 2020.

As conclusões da Conferência serão tidas em conta nas atividades de acompanhamento de que se ocupará a comunidade de reforço da resiliência face à desinformação até à próxima edição do evento, prevista para 2022.

Autor