Delegation of the European Union 
to the United States

Apoio humanitário: Moçambique beneficia de fundos da Comissão Europeia

20/07/2020 - 12:41
News stories

Este apoio faz parte do amplo pacote de 64 milhões de Euros hoje anunciado pela Comissão Europeia para apoio humanitário aos países da África Austral e ajudar as pessoas vulneráveis a lidarem com a pandemia do coronavirus, condições climáticas extremas, como as secas persistentes, e outras crises.

pic whs

A União Europeia acaba de anunciar, para o presente ano, 14.6 milhões de Euros em ajuda humanitária para apoiar Moçambique a preparar-se contra os desastres naturais. Deste montante, 5 milhões estão destinados à asistência às pessoas afectadas pela violência armada em Cabo Delgado. 

Este apoio faz parte do amplo pacote de 64 milhões de Euros hoje anunciado pela Comissão Europeia para apoio humanitário aos países da África Austral e ajudar as pessoas vulneráveis a lidarem com a pandemia do coronavirus, condições climáticas extremas, como as secas persistentes, e outras crises. 

Janez Lenarčič, Commissário Europeu para a Gestão de Crises, afirmou ao anunciar o pacote global que “a União Europeia está a ajudar fornecendo assistência que salva vidas a famílias vulneráveis que sofrem com a perda de colheitas e gado devido à seca. Este pacote de ajuda vai também fortalecer a preparação e resposta à pandemia de coronavírus nos países da região. Paralelamente, a União Europeia ajuda as comunidades a se prepararem melhor para os riscos naturais e reduzirem o seu impacto.

O montante anunciado para a região austral é destinado a financiar acções nas áres de:

  • assistência alimentar a famílias vulneráveis ​​e apoio aos agricultores nas áreas afectadas para restabelecerem os seus meios de subsistência;
  • acções de prevenção e preparação para o coronavírus com apoio aos sistemas locais de saúde e facilitar o acesso pelas pessoas, equipamentos de protecção, saneamento e higiene;
  • projectos de preparação para desastres que também abranjam novas necessidades que emergiram com a pandemia do coronavírus, incluindo o fortalecimento de sistemas de alerta precoce e planos de evacuação para comunidades afectadas por riscos naturais e o estoque de equipamentos de emergência e de protecção individual;
  • apoiar a educação das crianças e garantir formação ao corpo docente.

Informação adicional

O financiamento para a ajuda humanitária anunciado hoje junta-se aos mais de 67 milhões de Euros alocados à região da África Austral em 2019, após o impacto dos ciclones Idai e Kenneth, a seca e a crise económica e humanitária no Zimbabwe.

A região da África Austral teve apenas uma estação chuvosa normal nos últimos cinco anos, com o último trimestre de 2019 sendo um dos dez mais secos desde 1981, causando grandes perdas de gado e de colheitas. Em alguns países, esse fardo supera ou junta-se aos problemas económicos pré-existentes. A pandemia do coronavírus vai provavelmente aumentar as necessidades humanitárias já significativas na região.

Editorial Sections: