Delegation of the European Union to Tanzania

Estágio financiado para jovens licenciados na Delegação da UE na GUINÉ-BISSAU

22/04/2021 - 10:42
Traineeships in Delegations

Você é um jovem graduado interessado em relações internacionais? Tem curiosidade de saber mais sobre o trabalho de uma missão diplomática e como a Delegação da UE representa os interesses e valores da UE na Guiné-Bissau?

Nós oferecemos:

Estágio de até 6 meses na Secção de Política, Imprensa e Informação da Delegação da UE na Guiné-Bissau, com início em junho de 2021.

A equipa atual inclui uma Chefe de Seção, um Oficial de Imprensa e Informação e um Secretário. Você contribuiria para todos os aspetos do trabalho da Seção.

Principais tarefas:

  • Contribuir ativamente para o trabalho da Secção de Política, Imprensa e Informação da Delegação da UE na Guiné-Bissau.
  • Sob a orientação do Chefe da secção Política, Imprensa e Informação, seguir as tendências políticas da Guiné-Bissau e contribuir para a reportagem e análise política.
  • Contribuir para o envolvimento da Delegação com os meios de comunicação da Guiné-Bissau
  • Sob a orientação do Chefe da seção Política, Imprensa e Informação, atualizar regularmente o site da Delegação e as contas nas redes sociais.
  • Apoiar a Seção Política, Imprensa e Informação na conceção e layout do material informativo.
  • Cumprir outras atribuições, conforme necessário.

Nós procuramos por:

Qualificações ou requisitos especiais:

  • Ter um diploma universitário e ter um interesse comprovado no campo das relações internacionais, ciências políticas ou jornalismo / mídia, OU
  • Estar pelo menos no segundo ano de estudos universitários em uma área relacionada às relações internacionais, ciências políticas ou jornalismo / mídia
  • Ter habilidades comprovadas de mídia social;
  • Seja um jogador de equipe e um bom comunicador;
  • Ser trabalhador e enxergar o estágio como uma oportunidade de desenvolvimento pessoal;
  • Familiaridade com a forma como a UE funciona e conhecimentos gerais da Europa são uma grande vantagem;
  • Fluência em português e inglês são essenciais

Como aplicar?

Os candidatos devem candidatar-se para o endereço de correio eletrónico delegation-guinea-bissau-hoa@eeas.europa.eu e enviar os seguintes documentos:

  • Um curriculum vitae (CV) padrão detalhado do Europass (os currículos em outro formato não serão considerados)
  • uma carta de apresentação descrevendo por que você deseja participar de um estágio na UE
  • e um formulário de inscrição / application form

Mencione no assunto do seu e-mail: Estágio financiado - Política, Imprensa e Informação.

Informações importantes para ler antes de se inscrever

Antes de se candidatar, é necessário examinar o site dedicado / dedicated website, bem como os critérios gerais de elegibilidade / general eligibility criteria para um estágio remunerado (Artigo 8 da Decisão ADMIN (2017) 28 - Estágio remunerado)

Cada estagiário selecionado receberá uma bolsa mensal para cobrir as despesas de manutenção. Todos os custos de viagem dentro do país de residência, visto, seguro e acomodação, devem ser arcados pelo estagiário.

As inscrições de candidatos não elegíveis não serão consideradas. Após a avaliação de todas as candidaturas, os candidatos pré-selecionados serão contactados e convidados para uma entrevista. Os candidatos malsucedidos serão notificados por e-mail. Caso o candidato selecionado não consiga apresentar os documentos exigidos, sua candidatura será rejeitada.

Os candidatos podem ter a nacionalidade guineense ou estrangeira, tendo a nacionalidade estrangeira deverão possuir uma autorização de residência e de trabalho, conforme as leis do país.

Os candidatos de nacionalidade estrangeira devem fornecer prova de que estarão protegidos contra o risco de uma pandemia e os custos de repatriação.

Os estágios só podem ser oferecidos respeitando a legislação local, bem como a legislação do país de origem. Ao avaliar as solicitações recebidas, será necessário levar em consideração a situação do COVID-19 e seus possíveis efeitos nas possibilidades de acesso ao país de designação e, portanto, os candidatos que atualmente residem no país de designação podem ser preferidos.

A Delegação informa que mesmo que a nossa Sede confirme a elegibilidade do candidato selecionado, os estágios podem ser adiados, suspensos ou mesmo cancelados, tendo em conta o contexto muito evolutivo do surto de COVID-19 tanto no país de acolhimento como no país de origem. A mesma regra se aplica se um candidato selecionado não puder chegar ao país de designação.

 

O prazo para a apresentação de candidaturas é 30/04/2021

Rubriques éditoriales: