Delegation of the European Union to Iceland

#EUBeachCleanup – Inspirar uma mudança global para salvar a vida marinha

17/08/2021 - 08:10
News stories

O que começou como um gesto simbólico por parte de alguns países com a ajuda de uns quantos voluntários transformou-se num movimento global que conta agora com a participação de centenas de pessoas e permite recolher toneladas de resíduos nas praias, rios e lagos do mundo inteiro. Em 2019 a iniciativa abrangeu 80 países. Em 8 de agosto lançámos oficialmente a edição de 2021 da campanha #EUBeachCleanup, juntamente com as Nações Unidas e com a ajuda dos nossos pequenos amigos azuis, os Estrunfes. A campanha deste ano, centrada na proteção da vida marinha, prevê ações físicas e digitais em que todos podem participar. A campanha atingirá o seu auge em 18 de setembro, com a celebração do Dia Mundial de Limpeza das Praias.

beach clean-up action in Angola

Foto da edição deste ano da ação #EUBeachCleanup em Angola.

 

Todos os anos enfrentamos frequentes catástrofes naturais causadas pelas alterações climáticas. Através dos violentos incêndios e das inundações descontroladas deste verão o nosso planeta pede-nos para agirmos já.

A poluição constitui uma das principais ameaças ao equilíbrio dos ecossistemas e passa rapidamente da terra aos oceanos. Os resíduos plásticos, que os animais marinhos confundem frequentemente com alimentos, contaminam e degradam o ambiente marinho. Cada ano, 8 milhões de toneladas de plásticos acabam no oceano. É como se em cada minuto, ao longo de um ano inteiro, um camião de resíduos plásticos fosse despejado no oceano.

A campanha #EUBeachCleanup  é fruto da necessidade de proteger o ambiente e dos esforços desenvolvidos pela UE à escala mundial para lutar contra as alterações climáticas e reduzir a poluição causada pelos plásticos. Visa sensibilizar os cidadãos e encorajar a participação individual a fim de proteger a biodiversidade marinha em todo o mundo.

Quem pode participar na campanha #EUBeachCleanup e como?

Uma simples gota de água pode produzir um efeito dominó. Um simples gesto pode gerar uma poderosa vaga. As ações individuais podem transformar-se num movimento de proteção dos oceanos e da sua biodiversidade. Todos podem participar na campanha #EUBeachCleanup, crianças e adultos, cidadãos e instituições. Nas praias, nas margens dos rios ou desde casa. Estamos todos convidados a participar neste movimento que contribui para um modo de vida mais limpo e mais sustentável.

Todos os interessados na #EUBeachCleanup podem participar em atividades físicas ou digitais.

Atividades físicas

Sempre que possível, as atividades #EUBeachCleanup serão organizadas a nível local. As delegações da UE, as representações da Comissão Europeia e os grupos locais das Nações Unidas, entre outros, estão a organizar atividades em que todos podem participar. Consulte o calendário dos eventos para encontrar a próxima atividade que terá lugar perto de si.
Deseja reunir os seus colegas, amigos ou família e organizar a sua própria atividade #EUBeachCleanup? Clique na ligação eu-beach-clean@ec.europa.eu para se inscrever e incluir o seu evento no calendário.

Atividades digitais

Pode igualmente participar na campanha através de atividades individuais que pode registar na aplicação #ActNow app, que conta com o apoio das Nações Unidas (disponível para Android e ios). Pode seguir os seus hábitos quotidianos de «recolha de resíduos da natureza». Também pode aprender um pouco mais sobre o impacto dos plásticos na biodiversidade marinha completando a viagem #EUBeachCleanup 2021 através da aplicação.

As ações individuais podem agir como um forte motor. A campanha #EUBeachCleanup é também uma fonte de inspiração para os outros. A próxima vez que for dar um passeio, tente recolher alguns dos resíduos que outros deixaram para trás e partilhe-os nas redes sociais através do marcador ‘#EUBeachCleanup’.

Ações locais para resolver um problema comum

Este ano, a delegação da UE na Tanzânia foi uma das primeiras a dar o exemplo, tendo organizado uma limpeza das praias que contou com uma vasta participação e permitiu recolher quase meia tonelada (465 kg) de resíduos. Segundo a mensagem do chefe da cooperação desta delegação da UE, não se trata de uma ação única, temos de refletir diariamente sobre os recursos que utilizamos e como são posteriormente eliminados.

A representação da Comissão Europeia nos Países Baixos reuniu voluntários que apanharam 2 759 beatas em Vlissingen. Uma mera beata pode contaminar 8 litros de água!

Em Angola, a delegação da UE organizou o evento #EUBeachCleanup que atraiu 300 participantes e permitiu recolher 500 sacos de resíduos. Trata-se de um valor impressionante, que demonstra bem a necessidade de estarmos mais conscientes dos resíduos que produzimos e do impacto dos mesmos no ambiente que nos rodeia.

A mensagem é clara: não podemos esperar pelo dia de amanhã. Temos de agir já #ActNow para proteger os oceanos e a sua biodiversidade.

Contexto:

A campanha #EUBeachCleanup, que tem vindo a ser organizada desde 2017, lança, todos os anos, um forte apelo, impulsionando a adoção de medidas ambiciosas para proteger todos os oceanos.

Em 2021, a UE vai conjugar esforços com a ActNow, a campanha das Nações Unidas em prol de ações individuais no domínio das alterações climáticas e da sustentabilidade. Em sintonia com a  próxima Conferência das Nações Unidas sobre a Biodiversidade, que terá lugar em Outubro, a campanha mundial deste ano incide no tema da biodiversidade marinha. No início do ano, a campanha #EUBeachCleanup foi reconhecida como uma boa prática a nível dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

80% dos resíduos marinhos em todo o mundo são constituídos por plásticos (UICN 2018). A nível legislativo, a União Europeia está na vanguarda da batalha contra os plásticos. No seu próprio território, adotou atos legislativos que se destinam a reduzir a quantidade de plásticos de utilização única (PUU). Cerca de 84 % dos resíduos que contaminam as praias da UE são constituídos por plástico e cerca de 50% são artigos de plástico de utilização única. Graças à Diretiva Plásticos de Utilização Única, a partir de julho de 2021 alguns dos artigos de plástico de utilização única mais frequentemente encontrados nas praias deixaram de poder ser colocados no mercado da UE.

Secções editoriais:

Autor