Delegation of the European Union to Colombia

EEAS RSS Feeds

Displaying 1 - 10 of 203

O oceano jamais foi obstáculo ao desenvolvimento de relações entre a Europa e os países da América Latina e das Caraíbas (ALC). Não obstante esta fronteira natural, os europeus e os latino americanos sempre se sentiram próximos. No entanto, passaram já mais de seis anos desde a última reunião entre os dirigentes da União Europeia e dos países ALC e, se bem que as duas regiões nunca tenham deixado de colaborar entre si, a situação difícil com que somos, hoje em dia, confrontados, faz com que precisem de renovar o seu compromisso político.

Languages:

Quando ouve a palavra «deficiência», qual é a primeira coisa que lhe vem à ideia? Muitas pessoas pensam imediatamente numa cadeira de rodas. Mas muitas pessoas sabem também que, quer sejam visíveis ou invisíveis, estejam presentes à nascença ou se desenvolvam mais tarde, as deficiências vão bem para além da mobilidade e abrangem um vasto espetro: problemas relacionados com a visão, da audição, cognitivos, motores, doenças crónicas, etc. A deficiência faz parte da experiência humana.

No Dia em Memória de Todas as Vítimas da Guerra Química, a UE homenageia todos aqueles que estas armas atrozes vitimaram, mortalmente ou não, e condena com a maior veemência, como violação do direito internacional, a utilização de armas químicas por qualquer entidade, estatal e não estatal, seja em que lugar, momento e circunstância for.

A União Europeia (UE) e os países da América Latina e das Caraíbas (ALC) são parceiros fundamentais no difícil contexto mundial de hoje. As duas regiões têm uma das parcerias mais integradas que se registam, que inclui uma rede de acordos políticos, de associação, de comércio e de cooperação com 27 dos 33 países da América Latina e das Caraíbas. A associação da UE a este grupo de países, com quem tem tantas afinidades, é de importância geoestratégica, já que juntos representam quase um terço dos membros da ONU. Enquanto parte da “Equipa Europa”, a UE, juntamente com os seus Estados-Membros e o Banco Europeu de Investimento, disponibilizou cerca de 3 mil milhões de euros para fazer face aos desafios imediatos suscitados pela crise da COVID-19 nos países da ALC.

Languages:

Desde o início da pandemia de COVID-19, que a União Europeia (UE) tem tomado medidas resolutas para fazer face à crise sanitária e atenuar o seu impacto socioeconómico. Uma epidemia à escala mundial requer soluções
à escala mundial. É por isso que a UE tem estado na vanguarda da resposta multilateral e colaborativa no combate ao vírus e às suas consequências.

Languages:

As alterações climáticas estão a fazer¬ se sentir em todo o mundo. Ao longo dos últimos anos, o seu impacto nas sociedades aumentou e, neste momento, os dirigentes mundiais estão reunidos na COP26 para debater soluções conjuntas. A sensibilização tanto para os problemas como para as soluções tem de ter uma base científica. É por isso que celebramos hoje o Dia Mundial da Ciência pela Paz e pelo Desenvolvimento.

Sentir¬ se marginalizado, faltar ou desistir da escola, chegar a ter pensamentos de suicídio... As consequências da violência relacionada com a escola podem ser muitas, profundas e com efeitos duradouros no desenvolvimento físico, psicológico e emocional da criança.

As crianças representam 22 % das vítimas de tráfico de seres humanos. A maioria das crianças vítimas deste tráfico (quase 78 %) são raparigas. O Dia europeu contra o tráfico de seres humanos vem-nos recordar que o tráfico de crianças continua a constituir uma ameaça grave na UE.

Languages:

No Dia Europeu e Dia Mundial contra a Pena de Morte, a UE, juntamente com o Conselho da Europa, reafirma a sua forte oposição à pena de morte, em qualquer circunstância. A pena capital não tem lugar nos nossos dias, em nenhuma parte do mundo, pois não tem qualquer efeito dissuasor comprovado e torna irreversíveis os erros judiciais.

Celebramos hoje o Dia Internacional da Democracia. À medida que o mundo vai recuperando do surto da pandemia, as sociedades de todo o mundo veem¬ se confrontadas com ameaças múltiplas à democracia. Chegou o momento de garantir que os valores democráticos universais por que pugnamos sejam defendidos para reconstruirmos sociedades mais fortes e mais resilientes.

Pages