Delegação da União Europeia em Cabo Verde

A União Europeia entrega equipamento médico para apoio à resposta ao COVID-19 e à saúde materno-infantil

Bissau, 03/07/2020 - 09:32, UNIQUE ID: 200706_1
Press releases

No dia 4 de Julho de 2020, a Embaixadora da União Europeia, Sónia Neto, juntamente com a Alta Comissária para a Luta contra a COVID-19, Dra. Magda Robalo, estarão presentes à chegada a Bissau de um voo com dois lotes de equipamentos e materiais médicos, destinados a iniciativas financiadas pela União Europeia.

No dia 4 de Julho de 2020, a Embaixadora da União Europeia, Sónia Neto, juntamente com a Alta Comissária para a Luta contra a COVID-19, Dra. Magda Robalo, estarão presentes à chegada a Bissau de um voo com dois lotes de equipamentos e materiais médicos, destinados a iniciativas financiadas pela União Europeia:

  • o Projeto de Apoio à Resposta à pandemia de COVID-19 nas Estruturas de Referência da Guiné-Bissau (PAR COVID), e
  • o Programa Integrado para a Redução da Mortalidade Materna e Infantil (PIMI II).

O PAR COVID, implementado pelo Instituto Marquês de Valle Flor (IMVF) no valor de 230.000 EUR, visa melhorar a capacidade dos serviços de saúde nas unidades de referência designadas para a resposta à Pandemia de COVID-19. O projeto está vocacionado para o diagnóstico, a monitorização e o tratamento dos problemas respiratórios associados à pneumonite intersticial, uma das causas mais relevantes de mortalidade por COVID-19. Entre outros, o lote contém oxímetros de pulso, aparelhos de gasometria, reagentes e seringas, máscaras, monitores hemodinâmicos, ventiladores não invasivos e respetivos acessórios para a monitorização dos doentes críticos.

Este material constitui uma parte da resposta da União Europeia ao apelo do Centro de Operações de Emergências em Saúde (COES) para a implementação do seu plano de contingência e o apoio à gestão da crise, com uma contribuição extra no valor de 1.3 M EUR que será disponibilizado através da Organização Mundial de Saúde (OMS).

O PIMI II, implementado pelo IMVF, com cofinanciamento do Instituto Camões, IP, e parcerias com a UNICEF e a EMI visa reforçar os serviços de cuidados de Saúde Materno-Infantis na Guiné-Bissau, que também carece de atenção durante este período de pandemia. Esta iniciativa, em execução desde 2013, receberá também novos equipamentos e materiais médicos que permitirão que a equipa de mais de 40 formadores do projeto mantenha as atividades de capacitação dos técnicos de saúde guineenses.

_____________________________________

Este projeto é financiado pela União Europeia e implementado pelo Instutito Marquês de Valle Flôr (IMVF).

Secções editoriais: