Delegação da União Europeia no Brasil 

Viajar e estudar

11/05/2016 - 15:08
Travel to the EU

Informações úteis, incluindo contatos das embaixadas no Brasil, para quem deseja viajar ou estudar em um dos Estados Membros da União Europeia (UE).

O viajante que pretenda visitar os 28 países-membros da UE tem uma imensidão de coisas para descobrir. Viajar entre esses países tornou-se muito mais fácil desde a criação do chamado «Espaço Schengen». 

É possível atravessar a maioria das fronteiras na UE sem ter de passar por um controlo de imigração. Os turistas que possuam um passaporte brasileiro válido podem viajar livremente dentro do E espaço Schengen sem visto por um período máximo de 90 dias. Isto significa que podem entrar e sair dos 25 países de Schengen sem serem sujeitos a controles nas fronteiras internas. Contudo, continua a ser necessária a posse de  um passaporte para atravessar as fronteiras entre o Espaço Schengen e os países que dele não fazem parte: o Reino Unido, a Irlanda, a Bulgária, a Romênia, o Chipre e a Croácia. É também importante saber que a Islândia, a Noruega e a Suíça são membros do Espaço Schengen, apesar de não integrarem a UE.

Deve-se estar atento ao fato de que, mesmo dentro do Espaço Schengen, é preciso levar sempre consigo o seu passaporte, uma vez que poderá precisar dele em caso de verificações aleatórias de identificação ou controles de segurança.

Convém também saber que 18 dos 28 países membros usam o euro, a moeda comum da chamada Zona Euro, o que permite ao viajante poupar tempo e dinheiro, uma vez que não precisa de efetuar câmbios  cada vez que viajar para outro país da UE.

Para obter mais informações sobre viajar para a UE e no interior da UE, visite o sítio de informações da UE sobre viajar

Para informações mais específicas sobre os países-membros, visite a página com a lista dos Estados-Membros da UE.

Boa viagem!

O Erasmus+ é o programa da UE para a educação, formação, juventude e desporto. Entre 2014 e 2020, dará a quatro milhões de pessoas oportunidades de estudo, formação e aquisição de experiência no estrangeiro.

O Erasmus+ substitui vários outros programas anteriores, incluindo um programa de intercâmbio internacional chamado Erasmus Mundus.

Esse programa funcionou no Brasil e proporcionou aos jovens e acadêmicos a oportunidade de estudarem ou ensinarem no estrangeiro.

O Erasmus Mundus se encerrou em dezembro de 2013, apesar de os projetos que estavam em curso terminarem apenas no final dos respectivos contratos.

Consulte a seção Recursos do portal Erasmus+ para informações sobre apoio linguístico, documentos para os candidatos e gestão de propostas.

Languages:
Secções editoriais: