Delegação da União Europeia em Angola

União Europeia (UE) disponibiliza 1,5 milhões de Euros em assistência imediata após o ciclone Kenneth em Moçambique e Comores

Bruxelles, 27/04/2019 - 10:14, UNIQUE ID: 190427_1
Press releases

Comissão Europeia — Comunicado de imprensa

União Europeia (UE) disponibiliza 1,5 milhões de Euros em assistência imediata após o ciclone Kenneth em Moçambique e Comores

Bruxelas, 26 de abril de 2019

Na sequência dos extensos danos causados pelo ciclone tropical Kenneth, no Norte de Moçambique e nas Comores, a UE disponibiliza um montante inicial de 1,5 milhões de euros para ajudar as pessoas afetadas pelas chuvas torrenciais e a destruição que o novo ciclone deixou no seu percurso.

Christos Stylianides, Comissário da Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, declarou: «Moçambique enfrenta uma catástrofe dupla, já que um segundo ciclone devastador atinge o país em pouco mais de um mês. A UE está a agir rapidamente para fornecer bens essenciais, especialmente tendo em conta que Moçambique está ainda a recuperar do ciclone IDAI. Expressamos a nossa solidariedade para com o povo moçambicano e as ComoresOs nossos pensamentos estão com os serviços nacionais de primeira intervenção a trabalhar nestes momentos difíceis».

O novo financiamento da UE proporcionará ajuda alimentar, abrigos de emergência, água e saneamento, bens essenciais básicos e apoio às telecomunicações de emergência para os mais necessitados.

O ciclone provocou chuvas torrenciais e ventos fortes nas zonas situadas na trajetória do ciclone, provocando a evacuação de pessoas das suas casas, a deterioração das infraestruturas, a perda de culturas agrícolas e o aumento do risco de inundações repentinas.

Antecedentes

O Ciclones tropical Kenneth chegou a terra na província de Cabo Delgado, no Norte de Moçambique, a 25 de abril de 2019, com uma velocidade do vento superior a 200 km/h, que passou muito perto da costa norte da ilha da Grande Comore, a 24 de abril de 2019, com ventos fortes de 120 km/h.

É a primeira vez que dois ciclones tropicais fortes atingem Moçambique na mesma época, com o ciclone tropical IDAI a deixar mais de 600 mortos em março de 2019.

A União Europeia concedeu 9,15 milhões de Euros em ajuda humanitária a Moçambique na sequência do ciclone IDAI e, a pedido do Governo de Moçambique, ativou o Mecanismo de Proteção Civil da UE através do qual foi prestada assistência por nove Estados-Membros, estando algumas das ações ainda em curso. A União Europeia financiou 75 % das despesas de transporte do material de assistência enviado, no montante total de cerca de 4 milhões de Euros. Os serviços de cartografia por satéliteCopernicusda União Europeia ajudaram a fornecer mapas das zonas afetadas e a planear operações de assistência em caso de catástrofe.

 

Para mais informações

Ficha de informação — África do Sul e Oceano Índico

IP/19/2297

Contactos:

·       Carlos MARTIN RUIZ DE GLIDEJULA (+32 2 296 53 22)

·       Daniel PUGLISI (+32 2 296 91 40)

Perguntas do público em: Europe Direct por telefone 00 800 67 89 10 11 ou por correio eletrónico http://europa.eu/contact/call-us/index_en.htmhttp://europa.eu/contact/write-to-us/index_en.htm

 

Languages:
Secções editoriais: