Delegação da União Europeia em Angola

UE incentiva a participação de Angola em programas académicos internacionais

27/03/2019 - 09:39
News stories

A Delegação da União Europeia organizou uma Jornada de informação sobre dois programas de mobilidade académica financiados pela União Europeia e acessíveis aos candidatos angolanos. O encontro, que decorreu na Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto, reuniu representantes de instituições de ensino superior e estudantes para apresentar as oportunidades oferecidas pelos dois programas.

Jornada informação

O Programa de Mobilidade Académica Intra-África promove os intercâmbios entre universidades africanas, enquanto o programa Erasmus + fomenta a cooperação entre universidades europeias e de países parceiros.

Estas oportunidades de parcerias institucionais e de bolsas para estudos e formações ainda são pouco aproveitadas pelos Angolanos, como relembrou o formador, Philippe Ruffio: "Até agora, apenas cinco universidades angolanas têm convênio com universidades europeias. Quanto mais acordos de parcerias existirem entre as instituições, mais oportunidades para vocês". Por esta razão, incentivou os estudantes a "pressionarem" as suas universidades para aderirem aos programas, para que através deles, os estudantes e pessoal académico e administrativo possam concorrer às bolsas.

Este programa pode mudar a vossa vida

De facto, existe um exemplo notável em que Angola participa; a Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto coordena o projecto Pax Lusófona lançado no âmbito do programa Intra-África, que promove a mobilidade universitária entre Angola, e outros países africanos lusófonos na área jurídica. "Este programa pode mudar a vossa vida !", disse o Dr. Evaristo Solano, Vice-Decano para os assuntos científicos na UAN, apoiando os estudantes a abraçarem o desafio de estudarem no estrangeiro. O programa constitui um exemplo de colaboração activa entre países africanos e entre Europa e África. A África anglófona é nitidamente mais representada que as demais áreas do continente que têm muito a ganhar a incrementarem a sua participação nesta rede académica. Os Angolanos, nomeadamente, não devem hesitar em agarrar as oportunidades de potencializar-se através das bolsas disponíveis.

Uma vantagem recíproca para os países participantes

Os programas de mobilidade académica representam uma mais-valia em termos de financiamento e de abertura cultural, com uma constante preocupação de preservar os interesses dos países parceiros da União Europeia, como Angola. No caso do programa Erasmus +, os intercâmbios de curta duração permitem que os bolseiros ganhem uma experiência internacional, sem provocar no entanto uma fuga de pessoas qualificadas, pois têm de regressar à sua instituição para continuar o curso. Desta forma, o enriquecimento pessoal dos candidatos é também um investimento para o futuro do país de origem. Isabel, estudante de nutrição da Universidade Católica, está motivada em apostar: "Eu queria muito estudar num país da União Europeia, mas pretendo exercer a minha profissão em Angola. Aqui temos muitos problemas de saúde ligados à má nutrição e à fome, e quero contribuir a melhorar a vida das pessoas".

Apresentações da Jornada de informação disponíveis aqui:

https://eacea.ec.europa.eu/intra-africa/events/intra-africa-academic-mob...

Sobre os programas

O reforço do ensino superior constitui uma das prioridades de cooperação da União Europeia que apoia a mobilidade universitária para desenvolver o potencial profissional, social e intercultural das pessoas e aumentar a sua empregabilidade.

O Programa de Mobilidade Académica Intra-África visa criar uma rede de ensino dentro do continente africano. Concede bolsas aos estudantes, pessoal académico e administrativo para a realização de mestrados, doutoramentos, investigações ou ensino noutros países africanos.

Website (En): https://eacea.ec.europa.eu/intra-africa_en

Documentação:

https://publications.europa.eu/en/publication-detail/-/publication/5b832d67-294e-11e6-b616-01aa75ed71a1/language-pt/format-PDF/source-89099360

 

O Erasmus + tem como enfoque os intercâmbios entre as universidades da União Europeia e de países parceiros. O programa Erasmus + apoia os estudos dos alunos, do pessoal académico e administrativo na Europa. Por outro lado, oferece oportunidades de financiamento às instituições de ensino superior para cooperarem com universidades europeias, especificamente no reforço de capacidades.

Website: https://ec.europa.eu/programmes/erasmus-plus/node_pt

Documentação:

https://publications.europa.eu/en/publication-detail/-/publication/def6a811-f4ee-11e7-be11-01aa75ed71a1/language-pt

Secções editoriais: