Delegação da União Europeia em Angola

Bolsas de mobilidade universitária em África lusófona

23/01/2019 - 15:26
News stories

Estão abertas as candidaturas ao 2º Concurso de Bolsas Intra -África Pax Lusófona com vagas em Mestrado e Doutoramento em Direito. O processo de candidatura vai até 9 de Fevereiro de 2019.

Mobilidade universitária

Para o ano lectivo 2019-2020 estão abertas 11 vagas para bolsas completas de mobilidade académica em Direito nas seguintes universidades parceiras:

- 6 Vagas para o Doutoramento em Direito, na Faculdade de Direito da Universidade Eduardo Mondlane, Maputo, Moçambique,

- 3 Vagas para o Mestrado em Direito na Faculdade de Direito da Universidade Eduardo Mondlane, Maputo, Moçambique,

- 2 Vagas para o Mestrado em Direito, na Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto, Luanda, Angola.

Quais são os requisitos?

  * Domínio da língua portuguesa,

  *Detentor do grau de Mestre para os candidatos ao Doutoramento, ou do Grau de Licenciatura para os candidatos ao Mestrado,

   *O estudante tem de ser nacional e residente em qualquer um dos países elegíveis abrangidos pelo Programa e estar inscrito/admitido ou ter obtido um diploma na Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto (Angola), na Universidade Tomé e Príncipe, no Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais (Cabo Verde) ou Universidade Eduardo Mondlane (Moçambique) ou numa uma instituição de ensino superior não incluída na parceria, mas estabelecida num país elegível.

 

Sobre o projecto:

O projecto Intra Africa Pax Lusófona é um programa  de ensino pós-graduado do Direito entre as universidades africanas. É financiado pela União Europeia, com o apoio da União Africana, e executado sob a coordenação da Faculdade de Direito da Universidade Agostinho Neto (FDUAN, Angola).

Conta igualmente com a Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa (FDUNL) como parceiro técnico e o Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais de Cabo Verde (ISCJS), a Faculdade de Direito da Universidade Eduardo Mondlane (UEM) e a Universidade de São Tomé e Príncipe (USTP) como parceiros de implementação.

O programa financia integralmente a mobilidade de alunos que pretendam realizar os seus estudos pós-graduados numa das universidades africanas parceiras e visa criar a uma rede de ensino que promova a criação de sinergias, criando oportunidades dentro do continente Africano.

Todas as informações estão disponíveis em www.intraafricapaxlusofona.org

Secções editoriais: