Delegação da União Europeia em Angola

“Os membros da minha família são os verdadeiros beneficiários”

03/09/2021 - 15:15
News stories

Mónica Hango, agricultora de 48 anos e com 14 filhos ao seu cargo, acorda todos os dias com os olhos postos no futuro. Sabe que, o que o amanhã trará para si, para a sua família e sua comunidade, depende do trabalho de hoje. Mas nem tudo está nas mãos de Mónica.

Agricultura e nutrição

Mónica vive na comuna do Humbe, no Município de Ombadja, na província do Cunene, no Sul de Angola que tem sido assolado por persistentes secas resultantes de anos em que a chuva escasseia e o trabalho de Mónica se torna mais árduo.

“Ao levantar, a primeira coisa que eu penso é trabalhar para que tenhamos o mínimo de alimento para as crianças, pois quando conseguimos comer todas as refeições durmo com a consciência limpa”

Nem tudo está nas mãos de Mónica mas, apesar da imprevisibilidade de fatores que não controla, ela sabe que o seu esforço hoje pode trazer benefícios para as futuras gerações da sua comunidade, e por isso tornou-se numa das facilitadoras das Escolas de Campo Agrícola apoiada pela CODESPA e ADPP, subvencionada pelo projeto FRESAN. “Toda a minha comunidade depende praticamente do pasto e de culturas tradicionais, o massango (milho painço) e massambala (sorgo)”, descreve a facilitadora.

O Projeto FRESAN, financiado pela União Europeia, tem apoiado Associações de Agricultores na promoção da segurança alimentar no Sul de Angola. A comunidade de Mónica é uma das 77 comunidades que já beneficiou da criação de Escolas Agrícolas em articulação com o Camões I.P., com a finalidade de identificar, experimentar e disseminar técnicas e práticas agrícolas que melhor se adaptem às condições climáticas na região, nomeadamente as secas recorrentes, para permitir às famílias atingir a segurança alimentar e níveis de nutrição adequados.

Mónica Hango, agricultora

Foi ainda através deste projeto que a associação de Mónica recebeu um novo sistema de irrigação, que facilitará o trabalho de rega que tantas vezes recai sobre as mulheres da sua comunidade, aliviando o dia a dia de Mónica, que tem a seu cargo 14 filhos. É na sua família que Mónica encontra motivação para participar ativamente na associação e aprender mais sobre agricultura.

“Participando na Escola de Campo poderei conhecer novas técnicas agrícolas, e não só, pois poderei replicar na minha casa e tirar alguns alimentos e rendimentos para as crianças irem à escola”

Por isso Mónica acredita que “os membros da minha família são os verdadeiros beneficiários do projeto”.

Mais informações: Portal do projeto FRESAN

Languages:
Secções editoriais: