Ciência e Tecnologia

A União Europeia (UE) possui estratégias para melhorar a qualidade das pesquisas científicas e reforçar a relação entre a indústria e a ciência. Em um momento de incertezas econômicas, grandes mudanças demográficas e do aumento da concorrência global, a competitividade da Europa e o nosso futuro padrão de vida depende da nossa capacidade de estimular a inovação em produtos, serviços, negócios e modelos. Nesse sentido, a inovação tem sido situada no centro da Estratégia Europa 2020. Esta também é nossa principal ferramenta para enfrentar com sucesso desafios sociais, tais como as alterações climáticas, a energia e a escassez de recursos, a promoção da saúde e do bem-estar da população, que estão se tornando mais urgentes a cada dia.

Nesse sentido, promover a cooperação internacional no âmbito do novo Programa Quadro da União Europeia, Horizonte 2020, tem sido uma das principais actividades do sector. O Horizonte 2020 foi lançado no final de 2013 e possui três pilares: excelência científica, liderança industrial e desafios sociais. O programa tem vigência de 2014-2020 e conta com um orçamento € 80 bilhões.

A relação entre o Brasil e a UE no contexto da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) se intensificou nos últimos anos, como evidenciado pela evolução dos indicadores de desempenho do 7º Programa-Quadro (FP7) no país. Do total de 2117 propostas seleccionadas, 430 foram do Brasil, que o colocou entre os cinco países com maior participação fora da Europa. Portanto, o Horizonte 2020 representa uma oportunidade para pesquisadores brasileiros se engajarem em uma rede de excelência científica europeia e, também, que está aberta a participação de outros países. Assim, os desafios globais poderão ser enfrentados ao se promover a união de esforços por meio da pesquisa e inovação.

A declaração conjunta final do VII EU-Brazil Summit, realizado em Bruxelas em 24 de fevereiro de 2014, reforçou que a competitividade, a inovação e o crescimento econômico não podem ser alcançados sem uma forte cooperação em Ciência e Tecnologia. Na ocasião, foram reconhecidos os progressos alcançados na cooperação entre as duas regiões nos últimos anos, especialmente em áreas-chave, tais como: ciências do mar, segurança alimentar, nutrição, agricultura sustentável e bioeconomia, energia, nanotecnologias e tecnologias de informação e comunicação (TIC).

Para mais informações sobre o programa Horizonte 2020: http://ec.europa.eu/programmes/horizon2020/en

Para mais informações sobre o Setor Ciência e Tecnologia, consulta o website:

http://www.uebrasilrtd.org/